Os cientistas descobriram o que acreditam ser a maior cratera de impacto em todo o sistema solar, com cicatrizes cobrindo uma vasta porção da maior lua de Júpiter, Ganimedes.

Os cientistas por trás da nova pesquisa queriam revisitar as observações de uma série de missões anteriores da NASA que estudaram a enorme lua, que é maior do que Mercúrio, o menor planeta da nossa vizinhança. Em particular, eles ficaram intrigados com um conjunto de características apelidadas de sulcos, que aparecem em alguns dos terrenos mais antigos da lua.

Fonte: www.space.com

Deixe uma resposta